MÚSICA: Quando me chamaste


Padre Zezinho, scj

Quando me chamaste, eu falei que tinha medo
Quando me enviaste, falei que tinha medo,
Medo meu Senhor, de não corresponder.
Me tranquilizaste ao contar-me teu segredo.
Já disseste a tantos que não tivessem medo.
Quando tu nos chamas, chamas pra valer.
Vais chamando sempre e vais dando os instrumentos,
Junto às mil sementes que nos mandas semear.
Só não vais comigo, se eu teimar em ir sozinho
Do vocacionado és a verdade e o caminho.
Não abandonas a quem tu chamas.
Irás comigo se contigo prosseguir.
Se for difícil seguir teus passos,
Darás um jeito de me conduzir.

Esta e as demais canções do álbum Contemplativo, dos 40 anos do Padre Zezinho, são inspiradas em padre Leão Dehon scj, (1843-1925) sacerdote, teólogo, sociólogo, jornalista, escritor, animador de sindicatos patronais e operários, militante da democratização da Europa do seu tempo, defensor do salário família, adversário do comunismo que nascia, do conservadorismo e do liberalismo fundado nos juros e no lucro sem limites, ele pregava o coração solidário.

Nenhum comentário: