ENTREVISTA E TESTEMUNHO - Dom Erwin Krautler

Dom Erwin Kräutler, bispo prelado de Xingu, no Pará, atendeu a imprensa e o público em geral, dia 29, às 15 horas no auditório da Paulinas Livraria, na Vila Mariana, em São Paulo.
Há mais de 40 anos na região Amazônica , Dom Erwin, 70 anos, passou mais da metade da vida colaborando com as missões no Brasil e teve em sua Prelazia a missionária Dorothy Stang, morta por pistoleiros em 2005.

Hoje, preside o Conselho Indigenista Missionário (CIMI), organismo da CNBB para a causa dos povos indígenas e, por extensão, a causa dos pobres.
O bispo vive sob proteção de policiais militares do Estado do Pará por causa das constantes ameaças de morte e agressões por sua atuação em defesa da dignidade e direitos dos povos indígenas. São várias as denúncias contra fazendeiros, madeireiros, comerciantes e políticos da região, inclusive denúncias de abuso sexual, práticas de trabalho escravo e prostituição infantil.

Dom Erwin falou dos impactos na vida da população e no ambiente da região se levado adiante o principal empreendimento previsto no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal.
Dom Erwin deu suas motivações pelas quais é contra a construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu.
No final,  atendeu o público com o lançamento do seu  livro "Servo de Cristo Jesus" no qual dá seu testemunho de pastor e missionário.

Nenhum comentário: