84. Missão da Igreja: a grande novidade que anuncia


1. O que diz o texto?
Convida a refletir sobre a novidade do anúncio
A grande novidade que a Igreja anuncia ao mundo é que Jesus Cristo, o Filho de Deus feito homem, a Palavra e a Vida, veio ao mundo para nos fazer "participantes da natureza divina" (2 Pd 1,4), para que participemos de sua própria vida. É a vida trinitária do Pai, do Filho e do Espírito Santo, a vida eterna. Sua missão é manifestar o imenso amor do Pai, o qual quer que sejamos seus filhos. O anúncio do querigma convida a tomar consciência desse amor vivificador de Deus que nos é oferecido em Cristo morto e ressuscitado. Isso é o que por primeiro necessitamos anunciar e também escutar, porque a graça tem primado absoluto na vida cristã e em toda a atividade evangelizadora da Igreja: "Pela graça de Deus sou o que sou" (1 Cor 15,10).(DAp  348.)



2. O que diz o texto para mim, para nós?
O texto nos diz que:
- a grande novidade que a Igreja anuncia ao mundo é que Jesus Cristo, o Filho de Deus feito homem, a Palavra e a Vida, veio ao mundo para nos fazer "participantes da natureza divina" (2 Pd 1,4), para que participemos de sua própria vida.
- a vida trinitária do Pai, do Filho e do Espírito Santo, a vida eterna.
- a missão da Igreja é manifestar o imenso amor do Pai, o qual quer que sejamos seus filhos.
- o anúncio do querigma convida a tomar consciência desse amor vivificador de Deus que nos é oferecido em Cristo morto e ressuscitado.
-  o que por primeiro necessitamos anunciar e também escutar, porque a graça tem primado absoluto na vida cristã e em toda a atividade evangelizadora da Igreja: "Pela graça de Deus sou o que sou"


3. O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo com toda a Igreja, a
Oração do Brasil na missão continental
Senhor, Deus da vida e do amor,
enviastes o vosso Filho
para nos libertar das forças da morte
e conduzir-nos no caminho da esperança.
Movei-nos pelo dom do vosso Espírito!
Fazei-nos discípulos,
comprometidos com o anúncio do Evangelho em nossa Pátria
em comunhão com a Missão Continental.

Nenhum comentário: